Joguei o PS3…(E Primeiro Contato de Folklore)

…e não é que é bom?

Pois é, joguei esses dias, depois do almoço, lá na loja Only Games, aqui de Curitiba.🙂

Vou ser sincero: fui pra jogar uma partida marota de Wii Tennis com um amigo, mas cheguei lá e o Wiimote tava sem bateria, então pedi pra jogar o que tava ligado, ou seja, a ovelha negra da nova geração. O game que tava ali ligado era Ninja Gaiden Sigma, a demo, só que todo mundo diz que os novos Ninja Gaiden mantiveram a dificuldade monstruosa dos antigos, então fui mudar. Apertei a bolinha do centro, aquela com o símbolo do PlayStation, e apareceu um menuzinho. Fuçando um pouco e com a ajuda do moço da loja, consegui chegar nos demos, e procurei um game qualquer, escolhi “Folklore”, jogueta de ação que ainda não lançou versão full. Deixemos o game de lado, já falo dele, antes falemos do console em si. Ele é grande. Mas naquelas, GRANDE. O Meu PS2 fica em baixo da base do PC, tem um vão entre a base do monitor e a mesa em si, o PS2 cabe certinho e sobra espaço o suficiente pra abrir bastante, o GameCube podia ficar ali também, mas ele é xodó e fica ao lado do monitor, agora o PS3…não cabe. Ele é MONSTRUOSAMENTE grande, pegue sua TV de 21 polegadas e corte ela ao meio, pronto, eis o tamanho de um PS3. Eu já tinha visto antes, mas nunca de perto, nunca tinha tocado e deixado a marca marota dos meus dedos sujos de molho e sal no plástico brilhante, e o console é surpreendentemente grande, mas é LINDO. O Wii é simples, clean, o 360 é estilosão, as luzes são bonitas (só são feias quando são vermelhas =/), mas o PS3 é FODA. Cês sabem como ele é, pretão, brilhante, e imponente, bastante imponente. Ele fica lá, com a luzinha verde discreta ligadinha, com os detalhes em prata, silencioso até (considere aqui que fora da loja tinha um shopping barulhento, mas mesmo assim dava pra ouvir bem na loja, um peidinho sacana era, provavelmente, uma péssima idéia), por fim, bem bonitão MESMO.

Não sei se esquentou na meia horinha que joguei, por que não toquei nele depois de ir embora, mas naquelas, não cheguei a tirar a blusa por causa do calor que tava. Aliás, aproveitando a deixa, acho uma puta frescura esse negócio de esquentar, é só saber cuidar. 360 é exceção, mas por enquanto🙂. Falemos do Joystick agora! O tal do “Sixaxis”. A primeira coisa que devo ressaltar sobre o controle é a leveza. O joystick é de fato MUITO leve. Mas LEVÍSSIMO, é até estranho jogar, você não sente aquele peso costumeiro do DualShock ou do JoyStick de GameCube, ainda mais eu que tou acostumado a jogar o DS pra lá e pra cá, tô bem acostumado a sentir um pesinho jogando, e o fato da leveza – apesar de ser um bom fator se formos considerar que o cara que comprar vai se acostumar – é um tanto desconfortável no início. O preço dessa leveza foi caro: a vibração no joystick. Sinceramente, rumble faz uma faltazinha sim, mas poxa…não é nem de perto a alma do game – é só um relevante. É como comprar um pacote de salgadinho e escolher um outro que vem com tazo, capisco? Eu sinceramente parabenizo a Sony por ter escolhido colocar o sensor – por mais porco que seja – do que ter comprometido o sensor ruim só pra por rumble. E eis o último ponto a falar do JoyStick: O sensor. Não dá pra negar que qualquer peão que leu sobre o PS3 na internet e nunca tinha jogado o console pensa que o sensor do PS3 é tão bom quanto Virtual Boy, mas não, o sensor é divertidinho. Talvez isso seja exclusividade do game que eu joguei, mas o sensor faz a sua parte, responde bem, não é tosco e mal-feito, enfim, cumpre a proposta do sensor do Sixaxis: ser apenas um diferencial nos games, e não o foco dos mesmo – coisa que, graças à Deus e a Miyamoto, acontece no Wii. Falando em Wii, o sensor é realmente MUITO pior que o do Wii, mas os motivos já foram citados acima.🙂

Último quesito que acho que interessa do PS3: Gráficos. Ok, os Sonystas que me perdoem, os games são LINDOS, mas (pelo menos por hora) não é nada que o Xbox 360 não faça. Meu queixo caiu MUITO MAIS com o Gears of War do que com Folklore, tá certo que GoW é o carro-chefe do 360 e o Folklore é apenas um game relativamente aleatório, mas mesmo assim. Engana-se quem diz que é feio, porra, o game é espetacular. Eu ficava procurando texturinhas feias, serrilhados, achei nada! O personagem se move de maneira leve, parece um filminho de CG mesmo, e os efeitos são de impressionar, destaque pras explosões que rolam. Bonito mesmo, admito que em longa data gráficos mais elaborados poderão fazer falta pro Wii, até mesmo pro 360 se o PS3 cumprir o que prometeu, mas naquelas, jogos não são só gráficos. Ponto pro PS3, mas nada relevante🙂

Pra concluir sobre o console, GOSTEI! PS3 subiu pra caramba no conceito, deu vontade de comprar se for pensar que o console terá Final Fantasy XIII e Metal Gear Solid, e até cogitarei sério a possibilidade daqui uns dois anos. Podem tacar quantas pedras quiserem, mas o PS3 é um excelente console!

Primeiro contatozinho do Folklore:

Plataforma: PlayStation 3
Lançamento: 12 de Outubro/2007
Não neguemos que a lista de jogos do PS3 é BEM escassa – e quase tudo de bom que tem pra ele, tem pra 360 também. Mas isso não é motivo de desânimo e tal, até porque só precisamos lembrar que logo o console terá Final Fantasy XIII e Metal Gear Solid 4 EXCLUSIVOS pra ele. Mas acontece que, aos poucos, bons games vão chegando. É aí que se encaixa Folklore.

Basicamente, o game é um jogo de ação. Tiros pra lá, golpes pra cá, e uma trama qualquer que faça você decidir controlar o personagem. Este, um homem, é A CARA do Otacon, de MGS, e com um sobretudo de couro marrom que vai até a metade das canelas, como todo bom pistoleiro. Acontece que o game é bom. Bom pra caramba! Apesar de ter jogado apenas a demo que tá disponível pra download na LIVE da Sony, deu pra sacar o qual é a do jogo. Como dito antes, o game é de ação. Mais precisamente falando é um Devil May Cry sem os combos. Tá claro que o objetivo do jogo não é fazer você pensar, resolver puzzles, ler atentamente o que tá escrito, é porradaria pura e simples. O personagem absorve umas almas, e usa elas para incrementar uns espíritos que andam com ele e atacam para protegê-lo – ou algo assim, que foi o que deu pra entender apertando X freneticamente pra pular as cutscenes. Graças a isso, temos uma variada quantia de golpes. Um canhão, tiros, golpes com espadas, mais tiros, e inimigos. Muitos inimigos. Eis o primeiro problema do game: os inimigos. Sabe quando sempre tem mais do mesmo? Então. É o que acontece aqui, sempre as MESMAS coisas. Uns robôs que atacam com lanças giratórias e tal. Mas enfim, eles morrerão de qualquer jeito. Outro problema é um que não atrapalha muito, e até já apareceu em Resident Evil 4 – a quase monocromática escolha de cores. É SÓ amarelo e marrom. Só. A demo praticamente INTEIRA. Espero que isso seja apenas uma das fases do game, se não o jogo poderá ser tranquilamente taxado de “Devil May Cry + Resident Evil 4″. E tenho dito. E quanto ao uso do sensor? Bom, nesse game funciona assim: Cada vez que tu mata um monstro, a alma dele fica pairando até você sugá-la – se não o fizer, o monstro revive. Como absorver? Simples, segura o R1 e puxe para trás o joystick, num solavanco rápido, para que o personagem puxe a alma do monstro para seu…”armazenador de almas”. Nos chefes funciona um pouco diferente: a alma parece estar presa com mais apego ao seu corpo, então você tem que ficar puxando o controle de um lado para outro até enxer a barra, fazendo aquele símbolo de infinito com o controle, o 8 deitado.

Até contar procês um fato interessante: Fui com dois amigos lá jogar, e um desses amigos tem fama de não ter NENHUMA vergonha. O cara anda na rua gritando – é italiano, daí já viu -, fala de putaria na frente de desconhecidos como se fosse normal, e pra agravar: acha que é amigo de todo mundo. Isso faz com que o cara seja altamente exagerado. Então tava eu, jogando na minha vez, quando chega um chefe, eu mato ele, e começo a puxar a alma. Acontece que eu não consigo à tempo, pois controlei os movimentos pra não ficar ridículo e o bixo voltou, me atirou ou sei lá o que caralhos fez, e eu morri. Daí, quase que involuntariamente, o amigo começa a gritar “DEIXA EU, EU AGORA, VAI PIÁ, DEIXA, OW, EU AGORA, DEIXA?”, claro que deixei né, vai que ele resolve comer minha orelha – ou algo pior, ESSES ITALIANOS -, e daí ele começou a se divertir. Primeiro que ele soltava um “HÃÃÃÔ de risadona satisfeita a cada monstro morto. Daí chegou o chefão.

Pooobre chefão.

O piá se transformou. Aquele gritalhão torto virou um cabra macho. Começou a atirar no chefe. Ia demorar pra matar até, então virei pra ver uma cutscene de Zelda que tava passando em outra TV. Nisso, ele mata o chefe e começa a sugar a alma do chefe. Do pobre chefe. O cara tava quase voando. Os movimentos que eu fazia só com os pulsos ele passou pros ombros, esticando o máximo que podia os braços, pros lados, e fazendo um oitão deitado gigante. O atendente ficou com cara de despespero, eu e o outro amigo fingimos que não conhecíamos (o que não adiantou, já que ele insistia em gritar “OLHA, OLHA COMO FAZ PIÁ, PRESTA ATENÇÃO!”. E claaaro que eu ia conseguir parar. Italiano.) o garoto, até que ele matou o monstro. A demo acabou, ele devolveu o controle e fomos embora. Ele atrás da gente falando do jogo a volta INTEIRA pro curso e nós ali, andando e ignorando na esperança que o molecão parasse. Há!

Resumindo: O game é excelente, talvez não seja digno no bolso de um brasileiro estudante sofredor, mas é bom. O PS3, esse sim merece um lugarzinho na sua estante, apesar de todo o hype ruim que ele tá sofrendo.

Mas por hora é só, minha gente. Não posso falar muito mais do game pois joguei pouquíssimo. Deixou aquele gosto de quero mais – e assim também fez o PS3. Espero sinceramente que o console vingue, com isso a gente só vai ganhar!

Abração pra todo mundo, galera.🙂

36 respostas para Joguei o PS3…(E Primeiro Contato de Folklore)

  1. Argus disse:

    Não me obrigue a considerar comprá-lo… mal tenho dinheiro pra comprar meu Wii =/

  2. Gui Stadler disse:

    Aahuahuuhahua…Welcome to the real world.

  3. Argus disse:

    Poisé, difícil me acostumar a isso. Shadow of the Colossus já foi um choque a mim e ao meu GameCube =/

  4. feroz disse:

    Pra ti que tem 20 consoles é fácil dizer, mas pra quem daqui a 5 anos TALVEZ compre um(e apenas um) dessa nova geração tu ainda diria que o ps3 é um ótimo candidato?

  5. Lipedal disse:

    Tô na mesma que o Argus e o feroz: não pretendo levar em consideração escolher um PS3 tão cedo. Como eu sempre ganho os consoles no fim da geração (SNES em 97, N64 em 2001, GC em 2006), pelo jeito de novo vou ter que esperar até a next-gen virar prev-gen, e até lá dá pra fazer uma avaliação geral de como foram as coisas😦

  6. Bicho do Mato disse:

    texto divertido, vlw!

  7. duducs disse:

    Legal a análise. ;D
    Pena a gente ser brasileiro e ter que pagar uma fortuna num video-game.

  8. Argus disse:

    Lipedal, tô exatamente na mesma =| ganhei o GameCube acho que em 2006 também. Vou ver se pego o DS e o Wii este ano, mas ainda é algo meio… utópico.

  9. Guelerme disse:

    É foda jogar VIDEOGAME NEXT-GEN com colono, heinhô?😛

    Mas, poisé, simpatizei com o jogo. Parece ser um DMC3.5, talvez mais fácil.

  10. Gui Stadler disse:

    @feroz: Opa, quem dera eu tivesse 20! E naquelas, o PS3 é um bom console falando DO CONSOLE, não do preço. O preço fode e é o que vai me fazer ignorar o console por um bom tempo.

    Mas sim, no final da geração se o console tiver acessível, é uma ótima pedida, até mesmo por ser leitor de Blu-Ray…e ainda não sabemos qual mídia vai ganhar.🙂

    Abração pra galera!

  11. Nightshadew disse:

    Olha só…Comprei meu Metroid 3 por uma pré-venda da Only Games.

    Folklore não chamou minha atenção, passa longe do meu estilo de jogo.

  12. Isso só confirma o que eu canso de falar pro Lipeidoso…

    Hahaha.😆

  13. Eu ainda estou meio indeciso sobre minha posição “oficial” em relação a Folklore. parece um DMC né…Vamos esperar para ver.

    Fato curioso: primeiro jogo que eu joguei em um PS3 foi Formula 1. Eu pensei que ele fosse fraco (na epoca que joguei), hj percebo que é um dos melhores titulos do console (custo benefício)😛

    forte abraço!

  14. Knall Dreheit disse:

    Vão tudo se fuder! O console mais foda é Gamecube e sempre será! HAHAHAH (ALERTA! SUSPEITO DE FANATISMO! ALERTA!)

  15. Argus disse:

    Wii. Fim.

    =| e onde estão as atualizações, caras?

  16. tomaz disse:

    cara…
    ps3 eh uma droga…
    lógico… perto dos outro que foram lançados juntos (x-box 360, wii)
    ele é o que menos evoluiu… já joguei os 3, o x-box 360 foi o melhor..
    melhor jogabilidade, melhores jogos…
    o wii, por ser da nintendo, eh bem mais divertido com games mais fictícios…
    o ps3, francamente… ficaria com o ps2… fora que o ps3, dos consoles, é o mais caro…

    total… o que vale mais a pena eh comprar um core 2 duo, 2gb ram, uma geforce 8800 gt, e uma pilha de jogos, que além de sair mais barato que qualquer um dos consoles, ainda se tem mais utilidade…

  17. […] character design (criação de personagens) para o game Folklore (saiba mais sobre o jogo no post Joguei o PS3…(E Primeiro Contato de Folklore) do […]

  18. Chucrutes disse:

    Quase 1 mês sem atualizações, hein ??

    =[

  19. feroz disse:

    morram todos

    eu quero saber qual a porra do último poder do jogo lá, pedal!!

  20. Nightshadew disse:

    Atualizações?

  21. TigerTjäder disse:

    Ô Felipe, atualiza essa merda seu desocupado. Gui é emo!

  22. TigerTjäder disse:

    Ô Felipe, atualiza essa merda seu desocupado. Gui é emo!!

  23. Bigode disse:

    Ô Felipe, atualiza essa merda seu desocupado. Gui é emo!!

  24. TigerTjäder disse:

    Ô Felipe, atualiza essa merda seu desocupado. Gui é emo!!!

  25. Bigode disse:

    Ô Felipe, atualiza essa merda seu desocupado. Gui é emo!!!

  26. Bigode disse:

    Ô Felipe, atualiza essa merda seu desocupado. Gui é emo!!!!

  27. TigerTjäder disse:

    Ô Felipe, atualiza essa merda seu desocupado. Gui é emo!!!!

  28. TigerTjäder disse:

    Ô Felipe, atualiza essa merda seu desocupado. Gui é emo!!!!!

  29. Bigode disse:

    Ô Felipe, atualiza essa merda seu desocupado. Gui é emo!!!!!

  30. Bigode disse:

    Ô Felipe, atualiza essa merda seu desocupado. Gui é emo!

  31. Argus disse:

    Ô Felipe, atualiza essa merda seu desocupado. Gui é emo!

    (Bigode da VDD?)

  32. juniorcba disse:

    Eu vendi meu ps2 pra comrpar o nintendo ds..
    hauehua
    Quem sabe daqui uns anos qnd sair o ps4

  33. Bigode disse:

    É o Bigode da Inf mesmo…

  34. Argus disse:

    =| oh, então não é o Sr_Bigode nintendista chato.

    E as atualizações?

  35. Flavio Portela disse:

    Mano, que manero essaanalise hahahahaha. muuuuuito bom cara!!! Devria virar colunista de algum jornal e escrever cronicas! DEZ!!!! HAHAHAHA

  36. leo disse:

    q bosta haushuahsuhaushsauashuah!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: