Simplezinho pra caralho.

Esses dias tava eu, reclamando cheio de desgosto do vestibular e chicoteando o Lipe pra que o mesmo atualizasse o blog, quando de repente me deu um “dbobdrbdorbdorb” na barriga, anunciando-me que eu tinha que fazer cocô. Eis que numa manobra tão automática quanto abrir a boca na presença de um garfo com lasanha (lasagna?) diante dela, começo a olhar para os lados de minha mesinha procurando pelo meu parceiro de privada, o Nintendo DS.

Imaginem meu desespero ao lembrar que o pobrezinho estava sem bateria, e tava na sala, ligado à tomada, carregando. Como fazer cocô sem jogar algo é quase tão impossível quanto zerar Devil May Cry 3 na dificuldade “Dante Must Die”, abri a gavetinha na esperança de achar meu celular, e quando abro-a… deparo com algo que todo mundo aqui já viu. Ah… um Brick Game!

Sim, aquele com 2094819857132467132716521571598 jogos, pretinho, botões amarelos, barulhinho CHATO PRA PORRA, mas levando dentro de seu HD, ou seja lá qual for o nome da porra do compartimento que guarda os dados do brinquedinho, a oitava maravilha do mundo… Tetris!

Diferente do que seus miolos estão pensando, esse post não fala sobre Tetris, mas sim sobre games simples! Aqueles que todo mundo consegue jogar. Os clássicos Tetris, Snake, PacMan, Donkey Kong (o de NES), Top Gear e tal.

Cê só precisa de duas coisas…:

Um gamer normal, como todo outro qualquer

E o game em si. De uma maneira simples, descontraída, você se diverte bastante, por um bom tempo. Descansa dos milhões e milhões de combos que o Kratos consegue fazer, de apertar Círculo, virar o analógico pra direção de um inimigo, apertar bolinha novamente e daí triângulo, pra fazer um Link Attack no The Matrix – Path of Neo… de tudo aquilo que estamos acostumados.

Simplicidade. Games e Simplicidade. Combinação quase tão boa quanto Pepsi e um filme qualquer do Jim Carrey.

O problema é que, com a evolução tecnológica, cada vez mais os games desse nível estão desaparecendo… fases repetitivas – o que não as tira o brilho da diversão –, como as de Super Mario Bros. estão sendo substituídos por cenários não-lineares, como os de GTA San Andreas. Ações simples e intuitivas, como apertar A para socar em Streets of Rage (era A?), sendo substituídas pelo analógico direito + R1 e X, para tacar uma granada em algum dos vários FPS de PlayStation 2, até mesmo a casualidade que proporcionava tardes infinitas de diversão às crianças dos anos 90 está sumindo, dando lugar a enredos espetaculares, detalhados e que exigem a atenção, como Xenosaga…

Daí parei pra pensar. É isso mesmo que os games são? Isso que eles têm que ser? Fui buscar minha resposta jogando… fui lá no banheiro, caguei jogando Tetris e fiquei sentado ali, jogando mais um pouco, até ignorar a preguiça e limpar a bunda, detalhe do qual eu poderia privá-los, mas agora já escrevi, e daí voltei para o quarto. Guardei com carinho o Brick Game na gaveta, cacei na mesa o joystick do PS2, acabei achando o do GameCube e liguei o Prince of Persia: The Sands of Time, pra quem conhece, na sala dos espelhos. Impressionado com os gráficos que meu GameCube podia reproduzir, comecei a andar pela sala, correndo pelas paredes, virando espelhos, me equilibrando em lugares estreitos, tudo com um controle na mão, apertando vários botões ao mesmo tempo – MUITO complicado.

No decorrer da jogatina, lembrei-me do que eu tava pensando… simplicidade. Não dá pra notá-la em PoP! Nem em Devil May Cry, nem em Okami, tampouco em Super Mario Sunshine, primo distante do que citei acima como exemplo de simplicidade… e daí cheguei a uma conclusão:

Foi-se, no more simple games. =(

Não posso dizer que fiquei tristíssimo com a conclusão, até por que não cheguei ao patamar de pôr os games em primeiro plano em minha vida, mas perdi o ânimo pra jogar… Daí vim na interrede, navegar em fóruns. Num desses fóruns, sim, o fHBD, vi um tópico interessante: “Flash Games”. Ah… simples e divertidos em sua maioria, excelentes pra passar o tempo! Não pensei duas vezes, cliquei e me deparei com maravilhas que me fizeram voltar a ser o garotinho (não que eu seja um adulto hoje em dia, e nem quero, mas veja bem…) de 96 que ia toda sexta na locadora, alugar um game novo para seu Super Nintendo e passar feliz o fim de semana, divertindo-se! Passei por muitos Flash Games naquela noite, The Last Stand, Sword & Sandals, “Falling Spikes” ou algo assim, todos simplíssimos. Fiquei animado de ver que, mesmo as produtoras famosas calculando polígonos e aplicando texturas cujo tamanho equivale-se ao do jogo Tibia, os gamers ainda têm seus trunfos e não esqueceram-se da nossa amada simplicidade! =)

Mas aí, achando que eu tinha concluído o assunto, alugo Feel The Magic XX/XY pra Nintendo DS! Pra mim, aquele era no momento o melhor game do mundo. Engraçado, simples, bobo e MUITO divertido! Simples pra caralho.

Daí desencanei de vez, fechei o game, comi pão-de-queijo, tomei uma Coca, passei da porra da sala dos espelhos (mentira) e vim aqui escrever. Escrever um texto que os amigos do Lipe vão zoar, só pra reforçar que, 2D ou 3D, simples ou complicado, existe pouca coisa mais divertida que videogame. =D

Ou talvez eu não passe de um mongol incapaz de apertar três botões juntos, vai saber.

20 respostas para Simplezinho pra caralho.

  1. feroz disse:

    Todo mundo que joga videogames já chegou nessa conclusão um dia =l

  2. Guelerme disse:

    Jogos simples, jogos complicados, vai do estado de espírito da pessoa.

    Tem dias que eu tenho que ficar editando e “tunando” algum char no FFT ou Disgaea, ou enfiar aquelas combos complexas que envolvem apertar 5 botões no ritmo da Paranoid do Black Sabbath enquanto o inimigo está a um pixel de distância de te acertar um ataque que suga 70% da vida no DMC3…E tem outros que eu pego meu Guitar Hero 2 e saio feliz a tocar Search And Destroy ou Push Push(Lady Lightning), ou simplesmente jogo Mercenaries no RE4.

    E claro que ainda existem jogos simples. Pô, toda a campanha atual da Nintendo é em cima disso, jogos que tu pode pegar e jogar fácil com os amigos. Katamari Damacy é simples(Mas bizarro), idem pro God Hand…

    Só que eu acho que o foco “simplicidade” tá mais nos portáteis que nos consoles grandes, na real. Concordam?

    PS: Cara, quanto custa um DS equipado com o suficiente pra poder simplesmente baixar roms bonititas e jogar? Tô numa fome pra jogar Pearl e Diamond que vocês não sabem…

  3. Lipedal disse:

    É como o Guelerme disse, ainda existem jogos simples. Mas não só pra portáteis, vide XBLA, Wii e PSN, que tão lançando toda hora jogos simples, clássicos ou novos. Mas acho que a maior parte do “mercado” ainda tá no PC, com as produtoras (ou os produtores, porque geralmente uma pessoa sozinha faz tudo) independentes fazendo games em Flash ou em ferramentas de desenvolvimento de jogos. Como flOw. Como Plasma Pong, que menos gente deve conhecer mas eu ainda vou postar aqui.

    E como Less & Bicca :F

  4. Bicho do Mato disse:

    Guelerme, um DS equipado deve sair por 800,00 ja com R4 e uns 7DVD’s só de rom. Mais memoria micro sd de 1Gb.

    Sobre o post, é como o guilerme disse, tomo gamer chega a essa comclusão um dia, eu cheguei e encontrei XBLA, com Alien Homind HD, depois de tanto o Fabio Bratch falar do DS comprei, tow adorando tbm a simplicidade de Mario Kart(MK) e a idéia de jogar com meu tamakoshi ops, pokemon, agora tow no trampo, tava jogando MK e um colega chegou, apresentei ele ao DS e não quer largar mais aqui.
    DESASTRE, ta cabando a bateria do DS.😦 e o carregador esta em casa!

  5. Adelaide disse:

    Eu voto em “mongol incapaz de apertar três botões juntos”

  6. M. Bajerski disse:

    Bigode Comanda!

    Como eu não fui um apreciador de videogames até pouco tempo atrás então perdi a era dos jogos simples. Agora é só God of War e Shadow of the Colossus na veia! São jogos muito legais, mas as vezes é bom jogar um game que não precise tanto esforço pra descontrair (WE pra mim owna qualquer outro jogo desses! Afinal qual jogo além de WE você faz campeonatos com os amigos que vão madrugada adentro sendo que tem aula no outro dia de manhã?).

    Saudades do meu master system e do Alex Kid, o jogo mais foda de todos os tempos! Bem que vocês poderiam fazer um post sobre jogos antigos, jogos que vocês jogaram na infância e que até hoje estão entre os mais legais que você já jogou, né?

  7. Paulin disse:

    “Fazer cocô”?

    Cê é bicha mano?

    aekrhuakerhakurh

    Tetris rox

  8. Nightshadew disse:

    Eu não gosto de jogos complicados. Ponto. Quando quero um jogo difícil, procuro algo que precise de reflexos rápidos, não quebra cabeças.

    Foi uma chatice na ultima geração, geral pagando pau para esses jogos hollyodianos e eu atrás de Mario Dance Revolution / F-Zero GX / Smash Bros. Se bem que todo mundo paga pau para os dois ultimos, mas vocês entenderam.

  9. Gui Stadler disse:

    @Paulin: oaweahauheh tá bom machão! Vai lá estercar, e nem se limpe depois. =]

    @Náite: Ah, sinceramente, puzzles são bem-vindos, cara…experimente PoP, sério mesmo.😮

  10. Lipedal disse:

    Murilo, como te disse na aula, não joguei Alex Kidd. Mas dá bem pra fazer um post nostálgico com as coisas que a gente jogou na infância, quem sabe um Chat.

    E passei até a gostar um pouco mais de WE depois da tua justificativa😛

  11. Guelerme disse:

    MInha infância foi Flintstones, Sonic 2, Toejam & Earl, Final Fantasy 4 e Pokémon RBY.
    😀

  12. maria disse:

    minha senha no pt e 58441132 e o log e hagnordd

  13. Nightshadew disse:

    Maria wtf?

  14. Gui Stadler disse:

    IAQeaoiehoaieaohae maria leu meu post-emo e tá fazendo sua parte😮

  15. Nightshadew disse:

    Todos estamos…

  16. Youta disse:

    E eu que fui discutir com um amigo meu esses dias e ele discordou…fico até feliz que alguém pense igual =~ Valeu, cê me fez voltar a ter esperança HAHAHAH

    E a sala dos espelhos é uma merda pra passar…tive que pegar um walktrough pra ver direito…aí descobri que meu PoP tava bugado, me fodi e consegui passar depois de um tempo😄
    Aí o jogo travou mais na frente e eu desinstalei do PC…
    (Sim, pra PC)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: